Bolo de Cenoura com Café preto.

Bolo de Cenoura com Café preto.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Lugar de família é na cozinha ;D

Meu querido paipai e eu em um momento bem particular. Estávamos em sua casa e começamos a cozinhar. Dessa vez o chef era ele e eu só acompanhei os procedimentos e o ajudei cortando as verduras. Engraçado que essa era a minha tarefa durante a adolescência quando eu estava em casa sem fazer nada ou metida nos livros, estudando para a prova. Painho sempre gritava: Marcela, venha cá! - Que foi pai, o que eu fiz dessa vez? - Por enquanto nada, mas já comece a cortar o tomate pra salada...
Nossa, anos depois, muitas mudanças nas vidas dos dois, estávamos nós repetindo o que sempre fizemos com muito prazer. Que parceria acabamos por formar sem nem ter idéia disso na época em que tudo começou. Jamais pensaria meu pai que eu gostaria de cozinhar, assim como ele gosta. Isso me satisfaz. Me deixa muito feliz!!!

A casa dele, os legumes, o cortador de legumes. Bem, três tomates, uma cebola, e muito alho...
A opção pela quantidade de alho mostra bem de quem eu sou filha ;D

Faltou mencionar o pimentão.

Tomates em cubinhos.
Colocar no processador para ficarem menorezinhos os cubinhos. Se esse for o caso, claro! Para meu pai, era...
Pimentões a Jullienne.
Azeite, a gosto. Todas as verdurinhas e o leite de coco.
Socôco, tradicional, concentrado.
Cozinha...
Pimentinha do reino no pilão.
O paipai e a caipirinha para refrescar.
A filhota e as bochechas de "buldogue velho".
Amassa, amassa...
Azeite de dendê.
Um dedo.
Cozinha, cozinha.
O peixe descongela na lavanderia.
O caldeirão.
Goiabada cascão e queijo coalho para distrair.
O corte do peixe.
As postas.
O molho.
As postas no molho.
Colocar água até cobrir os peixes.
Enquanto cozinha, nóis faz caldinho de peixe.
E toma com chimarrão!!!
O pratinho de moqueca com arroz branquinho...
E tchananã!!!